-->

Numa cerimónia que encheu por completo o Auditório do Hospital Lusíadas Lisboa, foi oficialmente apresentado, na sexta-feira dia 2 de fevereiro, o Centro de Educação, Ensino e Investigação (CEEI) do HLL, órgão que simboliza a aposta do Hospital na atualização permanente dos seus serviços, na inovação e na formação das gerações futuras.

Na presença de representantes das duas Faculdades de Medicina de Lisboa e de membros das principais organizações de coordenação de ensaios clínicos, o diretor do CEEI, Victor Gil, explicou que uma "instituição privada tida como referência em muitas áreas", tem a "obrigação" de "manter programas educativos de alto nível", assim como promover a participação dos seus profissionais em ensaios clínicos que "trazem vantagens organizativas como a precisão na recolha e registo de dados e o confronto com as mais modernas metodologias de execução deste tipo de estudos".

É missão do CEEI "supervisionar, coordenar e apoiar" ações de educação e investigação no HLL, estando em estreita colaboração com faculdades e outras instituições de ensino pré-graduado e promovendo a organização de cursos, simpósios ou congressos que visem a formação pós-graduada, seja interna ou externa ao hospital.

Dizendo-se "particularmente feliz" pela presença significativa dos "jovens médicos" do Hospital, Victor Gil sublinhou a importância da formação na Medicina, pois além de representarem o futuro tornam-se eles próprios "um fator de enriquecimento da prática clínica, pois tornam obrigatória a existência de metodologias de ensino, levando a um aumento do rigor na prática que se torna benéfico para os próprios serviços".

Victor Gil, que é também coordenador da Unidade Cardiovascular do HLL, defendeu ainda a importância da "investigação clínica autónoma" dentro da instituição, "pela interrogação e busca de respostas que suscita, pelo rigor metodológico que implica, pela disciplina intelectual que supõe e pela reflexão crítica a que obriga".

Aposta firme do Grupo Lusíadas, como mostra a forte presença no auditório de administradores não só do HLL mas também de outros hospitais do grupo, o CEEI garantirá um apoio estruturado a projetos académicos, atribuirá bolsas a projetos científicos, participará na engenharia de financiamento de projetos de investigação e dará incentivos aos trabalhos publicados em peer review journals com prestígio reconhecido.

Ainda no âmbito dos ensaios clínicos, foi criado dentro do CEEI um Gabinete de Apoio aos Ensaios Clínicos (GAE), que terá como missão providenciar aos investigadores todos os recursos técnicos e organizativos fundamentais, assim como a logística adequada e um ambiente seguro e controlado para a condução de ensaios clínicos em sujeitos humanos no cumprimento estrito da Convenção de Helsínquia, de todas as normas internacionais definidas e em obediência à legislação aplicada.