-->

​​​​​​​"Sendo a nossa missão ajudar as pessoas a terem uma vida mais saudável, sentimos que devemos ter voz ativa em relação a esta epidemia. A Lusíadas Saúde disponibiliza uma plataforma de conteúdos de saúde e bem-estar – Rota da Saúde – que conta a partir de agora com uma área exclusiva dedicada à obesidade infantil, com informação e conselhos disponíveis 24 horas e com a validação científica do nosso corpo clínico. Queremos alertar pais, cuidadores e a sociedade em geral não apenas em relação aos problemas provocados pelo excesso de peso, como também à necessidade de incentivar a prevenção através de hábitos de alimentação mais saudável e da prática de exercício físico regular", explica José Carlos Magalhães, Presidente da Lusíadas Saúde.

"A obesidade infantil é uma questão de saúde pública e vai muito para além de uma questão estética. Em Portugal, cerca de 1/3 das crianças têm excesso de peso e 17% sofrem de obesidade. Estes números são alarmantes, tendo em conta que estas crianças correm o risco de vir a sofrer de patologias associadas à obesidade. Diabetes, colesterol elevado, hipertensão arterial, fígado gordo, apneia do sono, são apenas alguns exemplos. E de facto, estas são experiências pelas quais nenhuma criança deveria ter de passar", explica, Leopoldo Matos, Coordenador do Conselho Médico da Lusíadas Saúde.

Todos os materiais da campanha remetem para a Rota da Saúde Lusíadas, uma plataforma digital que congrega conteúdos gratuitos e cientificamente validados para o público em geral, passando agora a contar com uma categoria específica sobre obesidade infantil. Aqui podem ser encontrados artigos de vários especialistas (pediatras, nutricionistas, psicólogos, endocrinologistas, entre outros) que pretendem ajudar as famílias portuguesas no combate à obesidade infantil e na prevenção da mesma.