-->

​​​​​​​Paulo Amado, Coordenador da Unidade de Medicina Desportiva e Artroscopia Avançada do Hospital Lusíadas Porto, foi nomeado membro do Conselho da Sociedade Europeia do Pé e do Tornozelo, juntando-se assim no órgão a outro representante do grupo Lusíadas, Nuno Côrte-Real, Diretor da Unidade Funcional de Ortopedia do Hospital de Cascais.

“Mais do que um reconhecimento individual, é um reconhecimento da qualidade da Ortopedia nacional, nomeadamente na subespecialidade do pé e tornozelo”, destaca Paulo Amado sublinhando a inédita presença simultânea de dois portugueses num órgão com pouco mais de uma dezena de membros.

Dizendo-se “honrado” pela eleição, que foi feita de forma direta pelo presidente da Sociedade Europeia do Pé e Tornozelo (EFAS na sigla original), o especialista em Ortopedia, Medicina Desportiva e Traumatologia explica que é através de reuniões periódicas que este órgão internacional define “as grandes decisões sobre a Medicina do Pé, desde as orientações europeias até à organização de congressos e ações de formação”.

Eleito num congresso mundial da EFAS que decorreu na cidade de Lisboa, Paulo Amado diz que irá tentar nos próximos dois anos do mandato “continuar o trabalho para trazer mais organizações para Portugal neste contexto internacional”.