-->

​Entre as principais alterações está a definição de novos circuitos nas unidades, com zonas específicas para a circulação de pessoas sem sintomas de covid-19, de forma a evitar o cruzamento com potenciais doentes. Foram reajustados os tempos predefinidos para todos os atos médicos para assegurar que não existe sobreposição de horários e para garantir o tempo necessário para a higienização dos gabinetes/salas entre clientes.

Foi ainda implementada a obrigatoriedade de uso de máscara por todas as pessoas que frequentam a unidade, desde a entrada até à sua saída, e a monitorização da temperatura corporal de todas as pessoas aquando da entrada nas unidades. Todas as salas de espera e espaços comuns foram reorganizados e estão devidamente identificados para manter o distanciamento social recomendado pelas autoridades de saúde.

“Temos estado a preparar minuciosamente o regresso da atividade nas nossas unidades e o nosso principal objetivo foi garantir a segurança de todos os nossos colaboradores e das pessoas que nos procuram. Implementámos diversas mudanças com foco na reorganização dos espaços partilhados e na reestruturação de processos inerentes à atividade clínica e acreditamos que estamos em condições para retomar gradualmente as consultas presenciais, exames e cirurgias”, explica Eduarda Reis, Presidente do Conselho Médico da Lusíadas Saúde.

Relativamente aos profissionais de saúde, manter-se-á a monitorização da temperatura corporal antes do início de funções e a utilização de equipamentos de proteção individual ajustada consoante os atos médicos realizados por cada profissional de saúde.

A Lusíadas Saúde irá retomar a atividade presencial nas suas unidades, mas continua a oferecer a possibilidade de realização de videoconsultas. O Serviço de Consultas Médicas Online está disponível para os casos em que a especialidade médica permite a realização deste ato médico e sempre que esta for a opção preferencial para o cliente.