Lusiadas.pt | Blog | Crianças | Bebés | Banho do bebé: factos e mitos
4 min

Banho do bebé: factos e mitos

O bebé pode tomar banho todos os dias? Deve colocar-se primeiro a água quente e depois a fria? Saiba as respostas aos mitos que existem sobre o banho do recém-nascido.

Para além de ser um hábito de higiene essencial, o banho do bebé deve ser um momento relaxante em que existe um contacto íntimo entre os pais/cuidadores e o recém-nascido, sendo propício para explorar as suas características individuais e únicas. Esta é também uma das situações ideais para tocar no seu bebé massajando-o, estimulando as suas extremidades nervosas e provocando-lhe uma sensação de bem-estar, além de lhe transmitir afeto, conforto, segurança e amor. Por tudo isto, e por muito mais, os pais/cuidadores devem aproveitar e desfrutar deste momento único, mas antes é preciso esclarecer alguns mitos sobre o banho do bebé:

1. O bebé pode tomar banho diariamente

Sim, pode. Principalmente se for uma situação relaxante para ele. Há opiniões diferentes no que respeita a frequência do banho do bebé, ficando esta decisão ao critério dos pais/cuidadores, devendo ser tida em conta a opinião do médico assistente.

2. O bebé pode tomar banho a qualquer hora do dia

Sim. Habitualmente opta-se pelo banho à noite como forma de acalmar e relaxar o bebé. No entanto, se este for um momento excitante ou de grande transtorno para a dinâmica familiar, a sua frequência e a hora do dia podem ser ajustadas. Deve apenas durar aproximadamente cinco minutos, pela perda de calor do bebé.

3. A temperatura da água deve ser avaliada apenas com o termómetro

Não. Pode ser utilizado um termómetro, mas antes de colocar o bebé no banho deve verificar sempre a temperatura da água com a face anterior do punho. Esta deve ser próxima da temperatura corporal (36 - 37o C).

Saiba mais
O pediatra explica os mitos mais comuns relacionados com as cólicas dos bebés

  4. Na preparação do banho do bebé, deve colocar-se primeiro a água quente e depois a fria

Muitas vezes temos tendência a proceder desta forma, mas para evitar queimaduras é aconselhável deitar primeiro a água fria e só depois temperar com a quente. Assim, será mais fácil ter a perceção da temperatura da água. Não se deve esquecer de misturar a água antes de iniciar o banho, para homogeneizar a temperatura.

5. O bebé deve usar um produto para o corpo e outro para o cabelo

Não obrigatoriamente. O bebé pode utilizar o mesmo produto para lavar todo o corpo da cabeça aos pés. Na escolha do produto é preciso ter em conta a idade e o tipo de pele do bebé, escolhendo um que se adeque ao seu caso.

6. O bebé pode tomar banho de chuveiro

Sim, pode, mas só é aconselhado a fazê-lo a partir dos 3 ou 4 meses de idade. No entanto, deve garantir que a pressão da água é fraca e que não existem variações na temperatura antes de a água chegar ao bebé.

7. O bebé pode afogar-se em meio palmo de água

É verdade. Meio palmo de água é o suficiente para haver um afogamento, já que a maior parte do peso do corpo dos bebés se localiza na cabeça e, por isso, eles não conseguem retirar a cabeça de dentro de água sem ajuda. Para prevenir estas situações é imperativo que nunca deixe o seu bebé, independentemente da idade, sozinho numa área com água.

8. O bebé pode tomar banho depois de comer

Sim, o bebé pode tomar banho após a refeição, já que estando a água à temperatura corporal não irá provocar um choque térmico, alterando a digestão.

9. O cabelo do bebé pode ser seco com secador

Sim, após os 2 ou 4 meses de idade, pode secar o cabelo do bebé com secador. Mas atenção ao fluxo de ar quente porque pode provocar queimaduras. Deve, por isso, colocar o secador na posição de menor fluxo de ar e de temperatura, não fixando a saída de ar.

10. Após o banho deve ser sempre aplicado creme barreira no rabinho do bebé

A aplicação constante de creme barreira impede a pele de respirar, por isso deve ser aplicado apenas quando o bebé apresentar alterações da cor da pele indicativas de eritema ou maceração.

11. O coto umbilical do bebé não pode ser molhado

Pelo contrário, o descuido ou inexistência da limpeza está associada a infeções e complicações de saúde no primeiro mês de vida. No entanto, é obrigatório mantê-lo limpo e seco com especial atenção para a base do mesmo.

12. O cotonete é fundamental para a limpeza dos ouvidos do bebé

Não, é perfeitamente dispensável. O uso do cotonete está contraindicado quer por razões médicas, dado que pode ajudar a acumular a sujidade, quer por razões de segurança, pois pode originar traumatismos.

13. O creme hidratante deve ser aplicado na pele do bebé após o banho, à exceção da face e das mãos

Sim, sempre. Aproveite a aplicação de creme para massajar a pele do bebé com suavidade, transmitindo através do toque o amor que vos une. Utilize movimentos suaves, estimulando os nervos sensitivos provocando segurança e conforto ao bebé. Antes de iniciar o banho do bebé, é preciso garantir que tanto o ambiente como o material estão preparados, para que se possa concentrar neste momento único e especial.

Autoria:
Equipa de enfermagem da Clínica Lusíadas Almada:

Enfª Cláudia Xavier (especialista em Pediatria)
Enfª Margarida Tomás (coordenadora de enfermagem)
Enfº Tiago Seco (enfermeiro generalista)  

Bibliografia:

Fernandes Juliana, Oliveira Zilda, Machado Maria. Prevenção e cuidados com a pele da criança e do recém-nascido. Na Bras Dermatol, 2011.

Ganges Diana, Long Susan. Cuidados ao Recém-nascido, Manual de Consulta. Save the Children Federation, 2004.

Ness MJ, Davis DMR, Carey WA. Neonatal skin care: a concise review. International Journal of Dermatology, 2013.

Nona José et al. Consensos Nacionais em Neonatologia. Sociedade Portuguesa de Pediatria. Coimbra, 2004.

Ganges Diana, Long Susan. - Cuidados ao Recém-nascido, Manual de Consulta. Save the Children Federation, 2004.

Ler mais sobre

Bebé

Este artigo foi útil?

We appreciate the feedback.

Please include your email if you want us to follow up with you.

PT