Lusiadas.pt | Blog | Doenças | Sintomas e tratamentos | Estratégias que o ajudam a prevenir a diabetes
3 min

Estratégias que o ajudam a prevenir a diabetes

Os novos casos de diabetes têm vindo a aumentar um pouco por todo o mundo. Fique a par do que está ao seu alcance fazer para ajudar a prevenir esta doença.

Manter uma alimentação saudável é uma das melhores formas de prevenir a diabetes. Mas esteja atento aos primeiros sinais da doença. Uma história familiar de diabetes é normalmente o primeiro fator a levá-lo a estar atento aos sinais de que a doença poderá afetá-lo.

Com efeito, a probabilidade do seu aparecimento em pessoas com familiares diabéticos é consideravelmente mais elevada, mas nada impede que seja você o primeiro da família, tal como é possível que nunca venha a ser apesar de ter vários familiares que o são.

“Controlar o peso regularmente, manter uma alimentação saudável e evitar os açúcares de absorção rápida, como aqueles que estão presentes nos refrigerantes, bolachas e chocolates são as principais medidas a tomar para prevenir o aparecimento da diabetes”, informa Luísa Raimundo, coordenadora da Unidade de Endocrinologia do Hospital Lusíadas Lisboa. “Ter diabetes significa que a insulina produzida pelo organismo não é suficiente para manter controlados os níveis de açúcar no sangue”, explica a endocrinologista.

Sintomas

Muita sede, urinar mais do que o habitual, estar sempre com fome e perder peso. Nas mulheres, a diabetes pode também ser denunciada pela persistência de infeções ginecológicas ou infeções urinárias.

Diagnóstico

Perante a desconfiança, há que proceder o mais rapidamente possível a uma análise à glicemia (nível de açúcar no sangue) para despistagem ou confirmação do diagnóstico. Pode dirigir-se a uma farmácia para fazer esta análise, que implicará apenas uma simples picada no dedo.

O diagnóstico faz-se com glicemia de laboratório em jejum >126 e ocasional >200. Já os valores de glicemia capilar permitem suspeitar do diagnóstico de diabetes, mas não servem para o diagnóstico.

Tratamento

Procurar ajuda médica para manter a doença controlada é, então, o passo a dar. A medicação precoce passa pela administração de antidiabéticos orais, que deverá ser complementada com a prática de atividade física (ganhar o hábito de dar passeios a pé pode fazer a diferença), hábitos de vida saudáveis e cortar nos doces. "Mantendo a doença controlada, um diabético pode ter uma vida ativa perfeitamente normal", salienta Luísa Raimundo.

Conselhos que ajudam a prevenir a diabetes

A realização de uma alimentação saudável é fundamental para a prevenção e controlo da doença. A Unidade de Nutrição Clínica do Hospital Lusíadas Lisboa deixa algumas recomendações alimentares fundamentais que o ajudam a prevenir a diabetes:

  • Tome sempre o pequeno-almoço!

Não tomar o pequeno-almoço está associado a uma maior tendência para o ganho de peso, sendo este um dos principais fatores de risco associados ao desenvolvimento de diabetes. E, por isso, um conselho muito importante que deve seguir para prevenir a diabetes.

  • Controle o seu peso e tente mantê-lo num nível saudável;

  • Coma devagar

Parece um pequeno pormenor, mas proporciona uma melhor absorção de nutrientes, evita desconfortos gastrointestinais e ajuda a promover a saciedade;

  • Fracione a sua alimentação ao longo do dia

Não deve estar mais de 3-4 horas sem comer durante o dia e evite jejuns nocturnos superiores a cerca de 8 horas;

  • Acompanhe sempre a sua refeição com legumes cozinhados ou salada

  • Faça uma alimentação rica em fibra (cereais integrais, hortaliças, fruta fresca)

Ajuda a reduzir a absorção dos açúcares;

  • Opte por lácteos com baixo teor de gordura e sem adição de açúcar

  • Reforce a ingestão de água

No mínimo ingira 1,5 L de água, por dia;

  • Aumente a sua atividade física

Faça caminhadas, opte pelas escadas, não fique parado.

Procure evitar:

  • Refeições com maior quantidade de gordura, principalmente fritos;
  • Alimentos açucarados: refrigerantes, bolos, chocolates, rebuçados…
  • O consumo de álcool.

Por fim, procure um nutricionista para o ajudar a melhorar a sua alimentação, o seu peso e o controlo da diabetes. Um acompanhamento personalizado é sempre a melhor opção para um tratamento eficaz.

Ler mais sobre

Diabetes

Este artigo foi útil?

We appreciate the feedback.

Please include your email if you want us to follow up with you.

Especialidades em foco neste artigo

Dra. Luísa Raimundo

Coordenador da Unidade de Endocrinologia

Endocrinologia
Hospital Lusíadas Lisboa
PT