Lusiadas.pt > Blog > Doenças > Sintomas e tratamentos > Medicamentos: aprenda a ler a bula passo a passo
2 min

Medicamentos: aprenda a ler a bula passo a passo

De venda livre ou receitados pelo médico, todos os medicamentos devem ser “estudados” por quem os vai tomar.

Sabe ler a bula dos medicamentos?

“Nos medicamentos com receita médica a indicação clínica já obedece a critérios de rigor médico, pelo que a leitura da bula deve ser normalmente feita para questões relacionadas com precauções e advertências sobre sinais ou sintomas de alerta que devem levar à sua interrupção”, explica Sérgio Coimbra, coordenador da Unidade de Medicina Interna do Hospital Lusíadas Porto.

Já nos medicamentos de venda livre é necessário saber exatamente para que se destinam, porque se está a optar por essa escolha e o que consta na bula. “Se surgirem efeitos indesejáveis, o medicamento deve ser de imediato interrompido e comunicado ao seu médico ou farmacêutico”, esclarece o médico. Estes são os tópicos a que deve prestar maior atenção.

Como ler uma bula passo a passo

1. Composição

Apresenta o nome científico do princípio ativo e sua concentração. Normalmente também refere em que forma farmacêutica se apresenta – suspensão, comprimidos, cápsulas, xarope - , assim como se contém algum corante ou outra substância.

2. Indicações

Informa sobre as doenças e em que situações o medicamente é usado. Por vezes, o mesmo pode servir para várias enfermidades diferentes.

3. Contraindicações

Explica em que condições o medicamento deve ser evitado. Por exemplo, se for contraindicado em pacientes asmáticos, significa que pessoas que já apresentam um quadro de asma não o podem usar, mas não significa que o medicamento cause asma.

4. Efeitos secundários

São as reações indesejáveis que o uso do medicamento pode causar. É importante que esteja atento e, caso sinta algum dos sintomas referidos, consulte de imediato o seu médico.

5. Interações medicamentosas

São problemas que podem surgir quando se administram dois medicamentos ao mesmo tempo. Informe sempre o seu médico sobre os medicamentos que está a tomar e, no caso de medicamentos de venda livre, pergunte ao farmacêutico sobre os riscos de interação.

6. Precauções

São cuidados que se devem ter durante o uso do medicamento, como por exemplo evitar bebidas alcoólicas durante o tratamento.

7. Posologia

Indica qual a dose do medicamento a administrar e a dose máxima diária, que nunca deve ser ultrapassada.

8. Sobredosagem

Indica o que fazer no caso de uma intoxicação.

A bula traz ainda indicações adicionais como:

  • Nome e morada do responsável pela autorização de introdução no mercado;
     
  • Efeitos em grávidas, latentes, crianças, idosos e doentes com patologias especiais;
     
  • Efeitos sobre a capacidade de condução e utilização de máquinas;
     
  • Indicação do momento mais favorável à administração do medicamento;
     
  • Duração do tratamento médio;
     
  • Indicação de como suspender o tratamento se a sua suspensão causar efeitos de privação;
     
  • Precauções especiais para a destruição dos produtos não utilizados ou dos resíduos derivados dos medicamentos, quando for caso disso, e data da elaboração ou da última revisão do folheto.

Ler mais sobre

Medicamentos

Este artigo foi útil?

Especialidades em foco neste artigo

Colaboração

Dr. Sérgio Coimbra

Hospital Lusíadas Porto:
PT