Lusiadas.pt | Blog | Prevenção e Estilo de Vida | Saúde da Mulher | Pôr pepino nos olhos ajuda as olheiras a desaparecer?
2 min

Pôr pepino nos olhos ajuda as olheiras a desaparecer?

É um truque caseiro usado desde sempre para combater aquelas manchas escuras que se instalam na pálpebra inferior. Mas será que resulta mesmo?

As olheiras podem ser sinal de várias coisas: noites mal dormidas, retenção hídrica, deslocamento da gordura da pálpebra com a idade, depósito de hemossiderina (pigmento acastanhado), efeito Tyndall (tonalidade azulada que pode surgir após um tratamento estético de preenchimento com ácido hialurónico naquela zona) ou geneticamente determinado.

A receita caseira é conhecida e usada por muitos: duas rodelas de pepino sobre as pálpebras por um certo período de tempo. E, se a mezinha da avó é muitas vezes mito, neste caso, é mesmo verdade. Primeiro, o pepino é rico em água, assegurando, assim, uma hidratação natural à pele. Tem ainda um efeito descongestionante para a área dos olhos, reduzindo o inchaço, ainda que não elimine na totalidade as olheiras.

Depois, é rico em vários tipos de vitaminas, entre elas a vitamina A, que age como hidratante, a vitamina E, que ajuda na formação de colagénio e de elastina, — importantes para manter a pele saudável e firme — e a vitamina K, que é necessária à coagulação do sangue. Um dos componentes do pepino é também o silício, que tem a capacidade de fortalecer os tecidos conetivos do corpo, ou seja, os músculos, os ligamentos, os tendões, as cartilagens, os ossos, além de ajudar a manter uma pele saudável.

O pepino é também rico em potássio, garantindo, por isso, a flexibilidade dos músculos e a elasticidade das células da pele. Por último, ao ser usado frio, o pepino promove a contração dos vasos sanguíneos das pálpebras, diminuindo, assim, o inchaço das pálpebras.  

Em suma

Pôr rodelas de pepino nos olhos acalma, hidrata e melhora a tonicidade da pele das pálpebras, tornando-se, por isso, uma poderosa receita na redução das olheiras.

Ler mais sobre

Pele

Este artigo foi útil?

We appreciate the feedback.

Please include your email if you want us to follow up with you.

Especialidades em foco neste artigo

Revisão Científica

Dra. Ana Barata Feio

Coordenador da Unidade de Dermatologia

Dermatologia
Clínica de Stº António, Hospital Lusíadas Lisboa
PT