-->

A Lusíadas Saúde, parte do UnitedHealth Group, anunciou o compromisso de suporte financeiro no valor de 318.500,00€ para assistência urgente às comunidades vulneráveis em Portugal, que enfrentam dificuldades sem precedentes, originadas pela atual pandemia de COVID-19.

No âmbito deste compromisso de cariz filantrópico, a entidade internacional assumiu, através da sua representante local, Lusíadas Saúde, o estabelecimento de sete parcerias locais com entidades de cariz social, nomeadamente a Comunidade Vida e Paz, a Associação de Albergues Nocturnos do Porto, o Movimento ao Serviço da Vida, a Associação Crescer Ser, o Refúgio Aboim Ascensão, a Escolinha de Rugby da Galiza e a Santa Casa da Misericórdia de Braga.

Estas parcerias fazem parte do compromisso inicial, anunciado em abril pelo UnitedHealth Group, integrante num fundo de 10 milhões de dólares disponibilizados por aquela entidade, para ajudar a combater o COVID-19 internacionalmente, em países onde os seus negócios UnitedHealthcare e Optum operam, incluindo Brasil, Chile, Colômbia, Índia, Irlanda, Peru, Filipinas e Portugal.

Em Portugal, este financiamento apoiará, de norte a sul, algumas das comunidades mais diretamente afetadas pelo COVID-19 – nomeadamente populações idosas, pessoas em situação de sem abrigo e/ou insegurança alimentar e crianças ao abrigo de instituições sociais –, assim como proporcionará a expansão do acesso aos cuidados em comunidades carentes.

“A emergência de saúde pública do COVID-19 agravou os muitos desafios já enfrentados pela população mais vulnerável de Portugal, como os profissionais de saúde, as crianças e os sem-abrigo”, afirmou Vasco Antunes Pereira, presidente do Conselho de Administração da Lusíadas Saúde, o grupo privado de Saúde pertencente ao UnitedHealth Group. “A nossa parceria com as entidades Comunidade Vida e Paz, Albergues Nocturnos do Porto, Movimento ao Serviço da Vida, Associação Crescer Ser, Refúgio Aboim Ascensão, Escolinha de Rugby da Galiza, Santa Casa da Misericórdia de Braga, fornecerá cuidados de saúde, de alimentação e de fornecimento de bens essenciais para aqueles que mais precisam.”

As parcerias estabelecidas em Portugal, incluem a seguinte atribuição de verbas financeiras:

• 45.500 € para a Comunidade Vida e Paz, para apoiar os sem-abrigo em Lisboa

• 45.500 € para a Associação Albergues Nocturnos do Porto, para apoiar os sem-abrigo no Porto

• 45.500 € para o Movimento ao Serviço da Vida, para prestar apoio a crianças vulneráveis

• 45.500 € para a Associação Crescer Ser, para prestar apoio a crianças vulneráveis

• 45.500 € para o Refúgio Aboim Ascensão, para apoiar crianças vulneráveis

• 45.500 € para a Escolinha de Rugby da Galiza, para apoiar famílias de baixos rendimentos que estão a enfrentar riscos de insegurança, carência alimentar e falta de assistência médica, bem como combater o isolamento social dos mais velhos.

• 45.500 € para a Santa Casa da Misericórdia de Braga, para apoiar a população estudantil mais vulnerável, com enfase no suporte na educação primária, secundária e universitária e nos cuidados básicos de prevenção ao Covid-19

“Prestar apoio a crianças em risco com necessidades de saúde durante uma das maiores crises de saúde do nosso tempo é parte integrante da nossa missão”, afirmou Madalena Vasconcelos, Presidente da Direção do Movimento ao Serviço da Vida. “A generosa doação do UnitedHealth Group ajuda-nos a continuar a atender às necessidades das crianças de Portugal. O nosso profundo agradecimento ao UnitedHealth Group. Bem hajam!”

“O apoio a idosos vulneráveis é extremamente necessário durante a crise do COVID-19”, de acordo com afirmações de Maria Gaivão, Diretora da Escolinha de Rugby da Galiza "O apoio fornecido pelo UnitedHealth Group ajuda-nos a trabalhar para proteger uma comunidade necessitada."


Sobre a Comunidade Vida e Paz

A Comunidade Vida e Paz rege-se pelos princípios da Doutrina Social da Igreja Católica, com especial atenção aos mais pobres e socialmente excluídos ou vulneráveis, independentemente da sua etnia, credo ou nacionalidade. Sempre visando a construção do Bem Comum, a sua ação visa a Solidariedade e a Justiça Social.

Sobre a Associação Albergues Nocturnos do Porto

A Associação Albergues Nocturnos do Porto providencia suporte a pessoas em situação de sem-abrigo na região do Porto. A dimensão, abrangência e qualidade das suas respostas sociais colocam a AANP entre as Instituições nacionais de cariz social com maior e melhor capacidade de intervenção multidisciplinar no apoio prestado às pessoas que se encontram na situação de sem-abrigo.

Sobre o Movimento ao Serviço da Vida 

O Movimento ao Serviço da Vida é um movimento católico, que ambiciona viver diariamente a fé e o serviço da vida, testemunhando o local em que cada um vive; uma Instituição Particular de Solidariedade (IPSS), com projetos na área de serviço a crianças e jovens em risco ou em perigo iminente e a pessoas em idade avançada; uma associação que promove a dignidade da vida, em toda e qualquer circunstância e sem exceção.

Sobre a Associação Crescer Ser 

A Associação Crescer Ser é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, criada em 1986. Com o objetivo de promover, organizar e impulsionar serviços comunitários de apoio a crianças, jovens e a famílias, além de formação especializada nas áreas de proteção, assistência e apoio a técnicos, está também ligada aos problemas de crianças e jovens em risco.

Sobre o Refúgio Aboim Ascensão

O Refúgio Aboim Ascensão, Instituição Particular de Solidariedade Social, Cristã, é um Centro de Acolhimento de Emergência Infantil, sem fins lucrativos, reconhecida internacionalmente, que trabalha para melhorar a vida de crianças maltratadas, abandonadas e negligenciadas, na faixa etária até aos 6 anos.

Sobre a Escolinha de Rugby da Galiza

A Escolinha de Rugby da Galiza (ERG), pertencente à Santa Casa da Misericórdia de Cascais, foi fundada em setembro de 2006. Com vocação de consolidar um espaço de intervenção comunitária através do Rugby, desenvolvido para a formação - humana e desportiva - de 100 crianças / adolescentes, entre os 5 e os 15 anos de idade.

Sobre a Santa Casa da Misericórdia de Braga

Instituída em 1558, a Santa Casa da Misericórdia inclui uma rede capaz de dar resposta às comunidades locais, de Norte a Sul do país e Ilhas. A sua esfera de intervenção social é assegurada nos seus estabelecimentos de serviços de Terceira Idade, Infância e no apoio à realização de atividades tendo como objetivo a qualidade na prestação de serviços, no âmbito da economia social em cooperação com o Estado.