Lusiadas.pt | Blog | Doenças | Sintomas e tratamentos | Histerectomia por via vaginal
1 min

Histerectomia por via vaginal

Cerca de 20 por cento das remoções de útero são realizadas por via vaginal, apesar de apresentar uma taxa de complicações muito reduzida.

O que é? 

A histerectomia é o procedimento cirúrgico para remoção do útero. Cerca de 20% das histerectomias são realizadas por via vaginal e apresentam uma taxa de complicações muito reduzida. O procedimento cirúrgico pode ser feito por diversas vias:

  • Vaginal;
  • Abdominal ("barriga aberta");
  • Laparoscópica;
  • Vaginal, assistida por Laparoscopia/Robótica.

Histerectomia por via vaginal

  • A taxa mais baixa de complicações;
  • Menor tempo de internamento;
  • Melhor tempo de recuperação;
  • Custo mais reduzido;
  • Regresso mais rápido e com melhor qualidade à atividade profissional.

Mesmo perante a evidência destes dados, a via vaginal, assistida ou não por laparoscopia, representa menos de 20% das histerectomias.

Histerectomia por via abdominal

Cerca de 80% das histerectomias, realizam-se com recurso a um corte aberto na região inferior do abdómen. O recurso a este procedimento é justificado pelo facto de ser uma técnica com grau de dificuldade acrescido, nomeadamente quando a histerectomia vaginal não está associada a um prolapso genital; desconhecimento por parte das mulheres e insuficiente investimento na formação.

Ler mais sobre

Cirurgia Saúde Feminina

Este artigo foi útil?

We appreciate the feedback.

Please include your email if you want us to follow up with you.

PT