Lusiadas.pt | Blog | Prevenção e Estilo de Vida | Nutrição e Dieta | Os petiscos de verão são saudáveis?
1 min

Os petiscos de verão são saudáveis?

Com a chegada do verão, aumenta o consumo dos tão apetitosos petiscos. Mas quais serão os mais saudáveis e quais aqueles que devem ser evitados? Saiba aqui.

É difícil resistir aos petiscos de verão e não é isso que lhe vamos pedir, até porque estão associados a momentos de descontração, aos amigos e às férias. A nutricionista Ana Rita Lopes, coordenadora da Unidade de Nutrição Clínica do Hospital Lusíadas Lisboa, apresenta alguns exemplos de petiscos muito consumidos e ensina-lhe não só a fazer as contas às calorias mas também às proteínas, lípidos e hidratos de carbono para que possa fazer as escolhas mais acertadas.

O caracol é um molusco, semelhante à amêijoa e ao berbigão mas é menos calórico, pelo que deve ser preferido em relação aos outros petiscos de verão.

Os queijos brancos (fresco, requeijão, mozarela, ricota) distinguem-se dos curados e amanteigados pelo menor teor em gordura e sódio e maior teor em água.

Os tremoços são uma excelente opção como petisco de verão, pelo seu reduzido teor calórico e pelo seu elevado aporte de água.

O que deve evitar quando come petiscos de verão

  • Acompanhar os petiscos com bebidas alcoólicas. Em alternativa, consuma-as com moderação: recomenda-se 1 copo de vinho no caso das mulheres e até 2 copos, no caso dos homens;
  • Repetir a dose. Sirva-se em pratos de sobremesa;
  • Acompanhar os petiscos com pão ou tostas;
  • Abusar dos fritos ou molhos.

Ler mais sobre

Dietas

Este artigo foi útil?

We appreciate the feedback.

Please include your email if you want us to follow up with you.

Colaboração

Dra. Ana Rita Lopes

Coordenador da Unidade de Nutrição Clínica

Nutrição Clínica
Hospital Lusíadas Lisboa
PT