Lusiadas.pt | Hospitais e Clínicas | Hospital Lusíadas Porto | Serviços | Centro Multidisciplinar de Deformidades Torácicas

A criação do Centro Multidisciplinar de Deformidades Torácicas

As deformidades da parede torácica são uma patologia muito prevalente na população.

Estas deformidades dividem-se geralmente em cinco categorias: Pectus Excavatum (ou peito escavado), Pectus Carinatum (ou peito em quilha), síndrome de Poland, defeitos esternais e deformidades torácicas associadas a doenças esqueléticas sistémicas.

O Pectus Excavatum é a deformidade mais frequente, com uma incidência na população de cerca de 1/500, quatro vezes mais frequente no género masculino. Os pacientes com peito escavado, para além da depressão posterior do esterno e das cartilagens costais, são geralmente indivíduos altos e magros, apresentam uma postura alterada, bem como uma diminuição antero-posterior do tórax. O Pectus Carinatum é a segunda deformidade mais frequente com uma incidência na população de cerca de 1/2000, também mais frequente no homem. O tórax em quilha manifesta-se geralmente na adolescência por uma projeção anterior do esterno e/ou das cartilagens costais. Ambas as deformidades associam-se frequentemente a alterações da coluna vertebral, como a escoliose e a cifose.

Do ponto de vista clínico, os pacientes podem revelar intolerância ao exercício físico, dor torácica, falta de ar (dispneia), bem como uma imagem corporal negativa com repercussões psicossociais significativas. Embora a maioria destas deformidades torácicas ocorra em indivíduos saudáveis, em certos casos a deformidade torácica é um marcador de doença sistémica, como a Síndrome de Marfan.

Uma vez que muitos destes pacientes têm dificuldade em encontrar ajuda especializada e integrada para este tipo de deformidades, o Centro Multidisciplinar de Deformidades Torácicas do Hospital Lusíadas Porto reúne todas as valências necessárias para uma avaliação completa e integral do doente com um Pectus, e um tratamento adequado das crianças, adolescentes ou adultos portadores destas deformidades.

Os serviços

O tratamento é condicionado por vários fatores, como a idade, o tipo de deformidade, o compromisso funcional e o impacto psicossocial.

Os tratamentos não cirúrgicos incluem os sistemas de sucção e/ou compressão externa, a correção postural e o reforço muscular. O rastreio de deformidades, malformações e síndromes genéticas associadas é fundamental para que o seu acompanhamento e eventual tratamento seja instituído de forma atempada e precoce.

O tratamento cirúrgico é realizado maioritariamente por técnicas minimamente invasivas, nomeadamente com recurso à toracoscopia. As técnicas de Nuss e de Abramson são as de eleição, uma vez que permitem a correção cirúrgica do Pectus sem cicatriz visível. A avaliação pré-operatória por diferentes especialidades permite uma investigação completa a nível imagiológico, cardiovascular, pulmonar, e dermatológico, para que tudo seja planeado.

A equipa

Title
Cirurgia Pediátrica
Summary

Dr. Bessa Monteiro

Title
Ortopedia
Summary

Dr. Vitorino Veludo, Dr. Rodrigues Pinho

Title
Medicina Física e Reabilitação
Summary

Drª Anabela Marques

Title
Pediatria do adolescente
Summary

Dr. Hugo Tavares

Title
Cardiologia
Summary

Dr. Vasco Dias

Title
Pneumologia
Summary

Dr. Chaves Caminha

Title
Genética
Summary

Drª Margarida Reis Lima

Title
Radiologia
Summary

Dr. Ricardo Sampaio

Title
Dermatologia
Summary

Drª Susana Vilaça

Contactos

Fale connosco

22 605 64 50

7h às 22h, 365 dias
Chamadas internacionais
+351 21 770 40 40

Lusíadas

Nova app +Lusíadas para mais saúde

Presencialmente

Avenida da Boavista, 171

4050-115

Porto