Lusiadas.pt | Blog | Crianças | Obesidade Infantil | Estratégias para o seu filho adolescente comer melhor
2 min

Estratégias para o seu filho adolescente comer melhor

A adolescência é um período marcado por várias transformações, psicológicas e fisiológicas, onde a alimentação deverá ser considerada como parte integrante de um crescimento saudável.

Um adolescente, habitualmente, tende a adotar uma alimentação pouco equilibrada. A maioria dos adolescentes prefere alimentos nutricionalmente pobres, como o fast food, em detrimento de alimentos saudáveis. Por isso, torna-se importante a criação de estratégias que promovam a ingestão destes alimentos. Nunca é tarde para o orientar os seus filhos a adotarem uma alimentação equilibrada, saudável e rica em nutrientes.

Descreva os benefícios

Um adolescente obeso está em risco de vir a sofrer diversos problemas de saúde na idade adulta. Apresenta maior probabilidade para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e hepáticas, diabetes, asma e, até mesmo, vários tipos de cancro. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a obesidade é a segunda principal causa de morte no mundo que se pode prevenir, a seguir ao tabaco.

Assim, consciencializar o seu filho para esta realidade e alertá-lo para os benefícios de uma alimentação saudável é o primeiro passo. Explique, também, que a adoção de hábitos saudáveis irá permitir um melhor desempenho nas suas atividades diárias. Por exemplo, em atividades escolares e desportivas poderá obter um maior rendimento e, consequentemente, um maior sucesso. Educar os adolescentes e estabelecer novos hábitos alimentares, permitirá que, no futuro, optem naturalmente pelos alimentos saudáveis.

Insista nos bons alimentos

A maioria das preferências alimentares é assimilada a partir das experiências que o adolescente teve e vai tendo ao longo da vida. As escolhas alimentares resultam, de facto, de um processo de aprendizagem. Quando chega à idade escolar, a criança começa a desenvolver a autonomia de decidir o que ingerir. Deste modo, é imprescindível que toda a família esteja empenhada numa educação que promova hábitos alimentares saudáveis, sendo uma fonte de motivação para a criança/adolescente. A criação de hábitos alimentares, exercícios e atividades agradáveis para todos os membros da família refletir-se-ão, certamente, nas escolhas alimentares do adolescente.

Adapte as escolhas

Dialogue com o seu filho de modo a perceber o que ele gostaria de consumir na escola. Ofereça-lhe várias opções equilibradas nutricionalmente, procurando adaptá-las às suas preferências.

Caso as refeições sejam realizadas no bar/refeitório escolar, tente dissuadi-lo de consumir alimentos das máquinas de vending e fast food. Incentive-o e oriente-o para alternativas mais saudáveis, dentro das suas preferências, e fáceis de adquirir no estabelecimento de ensino.

Discuta a ementa da semana

Antes de iniciar uma nova semana, converse com o seu filho sobre as opções que estão disponíveis na cantina, e quais serão as escolhas mais sensatas. É mais uma forma de o sensibilizar para o que deve preferir e evitar. Só com este trabalho contínuo conseguirá que ele faça, predominantemente, boas escolhas.

Seja parceiro da escola

Informe-se sobre a alimentação que existe na escola do seu filho e empenhe-se em melhorá-la, participando e dando sugestões nas reuniões escolares. Há, desde 2013, orientações claras sobre o tipo de alimentos que devem existir nas escolas, tanto nas cantinas como nos bares e, até, nas máquinas de venda automática. Contudo, continuam a ser disponibilizados produtos muito pouco saudáveis, o que tem motivado queixas de diversos pais à Direção-Geral da Saúde.

Fonte: Adaptado de AMIL Saúde: Obesidade Infantil Não

Este artigo foi útil?

We appreciate the feedback.

Please include your email if you want us to follow up with you.

PT