Lusiadas.pt | Blog | Doenças | Sintomas e tratamentos | Oniomania: quando a mania das compras é uma perturbação
1 min

Oniomania: quando a mania das compras é uma perturbação

Sente que o sentimento consumista se apodera de si durante a época natalícia? Saiba que há uma perturbação psiquiátrica que prolonga essa vontade de comprar o ano inteiro, é a oniomania. É preciso levá-la a sério e procurar um especialista.

O que é a perturbação de Compras Compulsivas?

"A oniomania, vulgarmente chamada de Compras Compulsivas, é uma perturbação psiquiátrica crónica e prevalente que se caracteriza por um comportamento crónico e repetitivo que é difícil de ser interrompido e tem consequências prejudiciais", alerta Ana Peixinho, coordenadora da Unidade de Psiquiatria e Psicologia do Hospital Lusíadas Lisboa.

À semelhança de outras patologias, só se torna um problema numa fase tardia, quando provoca consequências mais graves. Neste caso, o acumular das dívidas é um sinal de alerta e um aviso de que se deve agir com urgência. "Este é o ponto de viragem para encarar esta patologia de frente, procurar ajuda especializada e iniciar um plano terapêutico junto do psiquiatra", acrescenta Ana Peixinho.

Sintomas

  • Comportamento repetitivo;
  • Pensamentos constantes que é incapaz de controlar sobre comprar;
  • Tenta resistir ao impulso de fazer compras, habitualmente sem sucesso.

A especialista enumera alguns dos interesses de eleição destes pacientes: moda, novos estilos e produtos de vestuário, roupa, sapatos, jóias e maquilhagem.

Quem é mais afetado?

Estima-se que afete cerca de 6% da população, sendo que a maioria são mulheres (92%). A oniomania acompanha frequentemente outras doenças psiquiátricas como a depressão, doença bipolar, ansiedade, dependências, anorexia e bulimia, outras Perturbações do Controlo dos Impulsos e Perturbações da Personalidade.

Tratamento

Um correto acompanhamento psiquiátrico – onde está incluída a intervenção farmacológica com antidepressivos e antagonistas dos opiáceos, mas também a intervenção psicoterapêutica (Terapia Cognitivo-Comportamental com exposição progressiva ao estímulo e prevenção de respostas) – é o tratamento mais adequado.

Ler mais sobre

Depressão

Este artigo foi útil?

We appreciate the feedback.

Please include your email if you want us to follow up with you.

Especialidades em foco neste artigo

Dra. Ana Peixinho

Coordenador da Unidade de Psiquiatria , Psicologia

Psiquiatria
Hospital Lusíadas Lisboa, Clínica Lusíadas Parque das Nações
PT