Lusiadas.pt | Blog | Prevenção e Estilo de Vida | Nutrição e Dieta | O açúcar mascavado é preferível ao açúcar branco?
3 min

O açúcar mascavado é preferível ao açúcar branco?

Com a crescente consciencialização por parte da população sobre a importância de uma alimentação saudável, muitas pessoas têm vindo a substituir o açúcar branco por outros tipos de açúcar, menos refinados, como o açúcar mascavado. Mas será esta alteração significativa na melhoria dos hábitos alimentares dos portugueses?

Apesar do conceito de “alimentação saudável” estar na ordem do dia, o último Inquérito Alimentar Nacional e de Atividade Física indica que mais de 90% da população portuguesa tem uma ingestão diária de açúcares simples superior ao recomendado. Consumimos, em média, 90g de açúcar, diariamente, ultrapassando em larga escala a quantidade recomendada pela Organização Mundial da Saúde, de cerca de 25g/dia.

Existindo diferentes tipos de açúcar, entre eles o açúcar mascavado, e estando alguns deles presentes naturalmente em alimentos saudáveis e que devem fazer parte da nossa alimentação diária, como é o caso da fruta e dos laticínios, devemos ter uma preocupação acrescida com o açúcar (sacarose) que adicionamos diariamente aos nossos alimentos e bebidas e que encontramos, ainda, em muitos alimentos industrializados.

A origem do açúcar

O açúcar, nome geralmente dado à sacarose, é um tipo de hidrato de carbono simples, obtido através da cana-de-açúcar. A partir desta planta é possível obter diferentes tipos de açúcar, desde o mascavado (o menos processado) ao açúcar branco (o mais refinado).

O açúcar branco, ao contrário do mascavado, é obtido por um longo processo de refinação, sendo a matéria-prima inicial submetida a várias etapas de transformação, como filtração, evaporação e cristalização, até serem obtidos finos grãos de açúcar brancos, em que poucas propriedades nutricionais restam da planta original.

O açúcar mascavado é o primeiro açúcar a ser extraído do suco da cana, apresentando uma cor castanha por conter uma grande quantidade de melaço, uma substância líquida acastanhada existente na cana-de-açúcar e rica em minerais, como cálcio, ferro, magnésio e potássio.

Podemos assim concluir que quanto mais escuro é o açúcar, menos processado foi, conservando uma maior quantidade de melaço e das suas propriedades nutricionais.

Existem duas formas de se obter o açúcar mascavado: ou é o açúcar que se consegue cristalizar a partir do melaço, como anteriormente referido, ou então, acrescenta-se ao açúcar branco o melaço, obtendo-se uma versão de cor castanha.

Propriedades nutricionais do açúcar mascavado

O açúcar mascavado possui 377 calorias por 100 gramas, sendo ligeiramente menos calórico do que o açúcar branco, com 391 calorias para o mesmo peso. Além disso, o primeiro contém minerais que o açúcar branco perde no processo de refinação, como cálcio, magnésio, fósforo e potássio.

Mas estas características não tornam o valor nutricional do açúcar mascavado substancialmente maior que o do branco. Porquê? Por uma questão de quantidade. Apesar de ser um pouco menos calórico, a ingestão de açúcar mascavado em grandes quantidades pode ser tão prejudicial para a saúde quanto a ingestão de açúcar branco.

Em média, a recomendação diária de calorias provenientes do açúcar, para adultos, é de 100 calorias para as mulheres e 150 para os homens. Estes valores correspondem respetivamente a cinco e sete colheres de chá de açúcar distribuídos por todos os alimentos ingeridos diariamente que contenham açúcar na sua composição (naturalmente presente ou adicionado).

Nestas pequenas quantidades recomendadas, os nutrientes que se ingerem no açúcar mascavado não fazem grande diferença ao nível de toda a alimentação ao longo do dia.

Em suma

O açúcar mascavado não apresenta um valor calórico significativamente menor que o branco e para pessoas com excesso de peso e/ou diabetes, a restrição a nível do consumo de açúcares aplica-se também no caso do açúcar mascavado, pois a ingestão deste pode, igualmente, contribuir para o aumento de peso e dos níveis de açúcar no sangue (glicemia).

Importa compreender que o açúcar mascavado apresenta qualidades nutricionais mais interessantes que o açúcar branco e não apenas calorias vazias, mas que, ainda assim, deve ser consumido com moderação.

Ler mais sobre

Nutrição Factos e Mitos

Este artigo foi útil?

We appreciate the feedback.

Please include your email if you want us to follow up with you.

Revisão Científica

Dra. Tânia Furtado

Nutrição Clínica
Hospital Lusíadas Lisboa, Clínica Lusíadas Almada, Clínica Lusíadas Parque das Nações
PT