Lusiadas.pt | Blog | Prevenção e Estilo de Vida | Saúde da Família | Caixa de primeiros socorros: simples e acessível
2 min

Caixa de primeiros socorros: simples e acessível

O que deve conter a caixa de primeiros socorros e como deve tratar os acidentes domésticos mais comuns? O enfermeiro Hugo Tavares, da Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital Lusíadas Porto, explica.

A caixa de primeiros socorros deve ser o mais simples possível, para que qualquer pessoa seja capaz de a utilizar. Deve ser guardada num sítio acessível, mas fora do alcance das crianças. É muito importante ter em conta que os primeiros socorros podem implicar segundos socorros, ou seja, a avaliação de um profissional de saúde. As recomendações são de Hugo Tavares, enfermeiro da Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital Lusíadas Porto.

O que deve conter uma caixa de primeiros socorros?

  • Soro fisiológico;
  • Betadine ou outro desinfetante;
  • Compressas de vários tamanhos;
  • Rolo adesivo;
  • Tesoura;
  • Ligadura não elástica;
  • Pensos rápidos;
  • Luvas.

 Como cuidar de um corte ou uma ferida?

  • Lavar

É muito importante lavar bem, seja com água, soro ou um desinfetante que tenha na caixa de primeiros socorros. Lavar significa pôr o ferimento debaixo de líquido corrente, sem tocar diretamente, de modo a que os corpos estranhos saiam com a passagem do líquido.

  • Estancar a hemorragia

Para parar a hemorragia, deve fazer-se compressão diretamente sobre a ferida ou imediatamente antes da mesma, utilizando um garrote. Um garrote pode ser feito com qualquer objeto que exerça pressão, como um lenço, atado com alguma força, de modo a ajudar a diminuir o sangramento.

Este garrote deverá ser aliviado de 10 em 10 minutos de forma a manter alguma circulação. Por exemplo, no caso de um ferimento no pé, o garrote pode ser feito no fundo da perna, logo acima do tornozelo.

  • Que fazer em caso de queimadura?

Pôr imediatamente a zona afetada debaixo de água fria e mantê-la assim durante bastante tempo. A pele afetada deve ser protegida do ar, com um penso, ou uma compressa com adesivo que tenha na caixa de primeiros socorros. Só numa fase posterior deve recorrer a uma pomada para tratamento de queimaduras.

  • Que fazer em caso de trauma?

Não havendo ferida aberta, a aplicação de gelo é o melhor tratamento. Deve ser colocado de imediato gelo sobre a zona atingida, por períodos sucessivos de 10 minutos, com intervalos de 10 a 15 minutos. O frio vai ajudar a diminuir a hemorragia interna e consequentemente o edema (inchaço). Colaboração: Hugo Tavares, enfermeiro da Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital Lusíadas Porto

Ler mais sobre

Pele

Este artigo foi útil?

We appreciate the feedback.

Please include your email if you want us to follow up with you.

PT