Lusiadas.pt | Blog | COVID 19 | Quarentena: que alimentos devemos comprar?
3 min

Quarentena: que alimentos devemos comprar?

Conta, peso e medida é o necessário nesta fase.

Em primeiro lugar, é imprescindível realizar uma lista de compras: por um lado, para não nos esquecermos do essencial e, por outro, para não levar para casa mais produtos do que os necessários. No momento de ir às compras, é preciso ter consciência: temos de pensar em nós e nos nossos, mas nunca esquecendo quem vem a seguir - não queremos deixar as prateleiras dos supermercados vazias. Por isso, definimos um conjunto de alimentos a ter em casa durante a quarentena.

O mais importante é garantir um adequado aporte de alimentos ricos em nutrientes, que não sejam perecíveis e que tenham um longo prazo de validade. De acordo com os prazos de validade, deve colocar os alimentos segundo o sistema “FIFO” (First in, First Out), ou seja, o primeiro a ser adquirido será o primeiro a ser utilizado. Para facilitar, pode arrumar as compras mais recentes na parte de trás das prateleiras.

Algumas sugestões:

  • Do grupo dos cereais, inclua pão - que pode congelar -, arroz, massas, aveia e quinoa;
  • No grupo dos laticínios não se esqueça do leite e dos iogurtes (neste caso, escolha aqueles com um maior prazo de validade);
  • Opte pelas leguminosas como o feijão, grão-de-bico, lentilhas e ervilhas, que além de serem ricas em fibras, são uma boa fonte de proteínas. Os ovos são, também, uma boa opção e uma excelente fonte de proteínas;
  • Nas frutas frescas, opte pelas com maior durabilidade como as maçãs, laranjas e peras. Também neste caso, a fruta desidratada é uma boa alternativa;
  • Se vai comprar legumes e vegetais em quantidades suficientes para duas semanas, pode comprar frescos e optar por congelar (por exemplo, a curgete e o alho-francês). Batata, batata-doce, abóbora, cebola e alho são opções com maior durabilidade;
  • Compre alimentos com alto teor energético como frutos secos (amêndoas, nozes, cajus ou avelãs), barras de cereais, granola, entre outros;
  • Compre azeite, vinagre, sal e ervas aromáticas para utilizar nas suas confeções. Além disso, produtos como a polpa de tomate, tomate pelado, em pedaços ou inteiro têm uma elevada durabilidade e, por isso, constituem boas opções;
  • Tenha sempre água engarrafa. Se gostar, adquira também café e chá, que são alimentos que duram muito tempo.

Verifique o que já tem antes de sair de casa

Antes de se dirigir ao supermercado verifique o que tem já na sua despensa e no frigorífico, olhando para os prazos de validade também. Depois, deve fazer contas com base em vários pressupostos, tais como quantas pessoas estão em casa. Para facilitar, pode pensar numa ementa para os dias seguintes para ter uma ideia do que precisa. Considere apenas comprar alimentos e bebidas que a família consumiria de qualquer forma. Tenha em atenção que todos os grupos dos alimentos são necessários, em quantidades diferentes. Recorde as porções indicadas na Roda dos Alimentos: Saiba como seguir a roda dos alimentos no dia a dia

Nota final

Aproveite o tempo em casa para experimentar novas receitas ou para realizar refeições que exigem um maior dispêndio de tempo e que não são práticas para fazer no dia a dia. Em tempos de pandemia, apelamos ao bom senso: leve apenas aquilo de que necessita.

Autoria:
Ana Rita Lopes, coordenadora da Unidade de Nutrição Clínica do Hospital Lusíadas Lisboa
Beatriz Vieira, nutricionista da Clínica de Stº António

Ler mais sobre

Coronavírus

Este artigo foi útil?

We appreciate the feedback.

Please include your email if you want us to follow up with you.

PT