Lusiadas.pt | Blog | Prevenção e Estilo de Vida | Nutrição e Dieta | Dióspiro: propriedades nutricionais
2 min

Dióspiro: propriedades nutricionais

Sabia que o dióspiro é uma boa fonte de vitamina A e de vitamina C? Conheça melhor este fruto que poderá encontrar nos meses de outubro a dezembro.

Qual a origem do dióspiro e onde o podemos encontrar?

O dióspiro, cientificamente conhecido por Diospyros kaki, é originário da China e é cultivado desde o século XVII. Atualmente é maioritariamente produzido na China, Japão, Coreia, Brasil, Índia, Itália e Espanha. Em Portugal, é produzido principalmente na zona do Algarve.

Quando e como colher e conservar?

A época de produção e consumo do dióspiro é entre outubro e dezembro. O dióspiro pode ter coloração avermelhada, alaranjada ou até amarelada. A sua pele é muito sensível, pelo que deve ser manipulada cuidadosamente. O amadurecimento do dióspiro é muito rápido e para evitar o seu aceleramento não o deve colocar juntamente com outros frutos. De forma a conservá-lo por mais tempo, poderá armazená-lo no frigorífico. Deverá preferir dióspiros que tenham conservado o pedúnculo e cuja pele esteja intacta e sem manchas ou fissuras.

Como consumir?

É possível consumir-se este fruto de diversas formas, contudo devemos privilegiá-lo sob a sua forma natural, de modo a conservar as suas propriedades nutricionais. Prefira-o muito maduro, de forma a atenuar a sensação de adstringência – esta sensação deve-se à presença de taninos (que se encontram em maior número quando o fruto não está maduro) e leva a que as mucosas da boca se contraiam. Existem dois tipos de dióspiro que são diferenciados pela sua forma de consumo:

Dióspiro “de roer”

Tem a polpa mais rija, é alaranjado/amarelado e poderá ser consumido como uma maçã, mas também em saladas, com iogurte, em sumos naturais, em gelados ou compota. Há ainda quem o consuma assado com um pouco de canela.

Dióspiro “de abrir”

Tem a polpa mole, é avermelhado e é nutricionalmente mais rico em taninos (antioxidantes). O dióspiro de polpa mole poderá ser cortado ao meio e consumido com uma colher.

Quais as propriedades nutricionais do dióspiro?

Uma porção deste fruto corresponde a um terço/metade de dióspiro (aproximadamente 95g – peso em bruto). Nutricionalmente, o dióspiro é/tem:

  • Rico em açúcares e, consequentemente, tem um elevado valor calórico (por 100g contém 58kcal e 15g de hidratos de carbono);
  • Rico em carotenoides, responsáveis pela sua coloração, contribuindo para assegurar cerca de 22% da Dose Diária Recomendada (DDR) de vitamina A;
  • Para além de ser uma boa fonte de vitamina A é também uma boa fonte de vitamina C (3mg por 100g de fruto);
  • Rico em potássio (228mg por 100g de fruto);
  • Teor relevante de cálcio, fósforo e magnésio;
  • Teor elevado de taninos (maior teor nos avermelhados e de polpa mole), antioxidantes que, segundo estudos relevantes, contribuem para a redução do risco de doença cardiovascular e na redução do risco de alguns tipos de cancro;
  • Rico em fibras solúveis, como pectinas e mucilagens, importantes para promover a sensação de saciedade, na regularização do trânsito intestinal e na redução do colesterol;
  • Muito rico em água, com cerca de 80% de água na sua constituição.

Diospiro: tabela nutricional

Ler mais sobre

Nutrição

Este artigo foi útil?

We appreciate the feedback.

Please include your email if you want us to follow up with you.

Autoria

Dra. Joana Bernardo

Nutrição Clínica
Hospital Lusíadas Lisboa, Clínica Lusíadas Almada, Clínica Lusíadas Parque das Nações
PT