2 min

Natal sem excessos

Nas épocas de festa, principalmente no Natal, deve procurar-se manter o equilíbrio entre a vontade, por um lado, e a necessidade, por outro, de ingerir as tradicionais e deliciosas iguarias. O conselho é dado por Ana Rita Lopes, Coordenadora da Unidade de Nutrição Clínica do Hospital Lusíadas Lisboa.

O Natal é uma altura de excessos alimentares, mas viver a quadra preocupado também não é saudável, alerta Ana Rita Lopes, coordenadora da Unidade de Nutrição Clínica do Hospital Lusíadas Lisboa: “Em momento algum, deve deixar-se que a ansiedade do aumento de peso tire o prazer de comemorar esta época em família”. Por isso, a nutricionista adianta algumas dicas importantes que ajudam a conjugar as duas prioridades – sentir-se bem consigo e aproveitar as festas.

Como apreciar o Natal de forma mais saudável:

  • Não saltar refeições;
  • Evitar estar mais de três horas sem comer;
  • Comer em pequenas quantidades;
  • Beber água ou infusões sem adição de açúcar entre as refeições.

Na confeção dos pratos podem ser feitas algumas substituições:

  • Trocar as natas por iogurte;
  • Utilizar apenas as claras dos ovos em detrimento dos ovos inteiros;
  • Dar prioridade à farinha integral e a alimentos magros;
  • Na carne, optar pelo peru.

O caso do bacalhau

Esta espécie de peixe é a mais consumida pelos portugueses, não só porque se tornou um dos protagonistas da gastronomia tradicional portuguesa, mas também porque é um dos mais versáteis.

  • Como cozinhar

O bacalhau salgado deve ser bem demolhado antes da confeção (24 a 48 horas antes, consoante o tamanho das postas), para que o seu teor de sódio seja o mais reduzido possível. Não esquecer que é necessário mantê-lo no frigorífico e trocar várias vezes de água, para impedir a proliferação de bactérias.

Acompanhamento à mesa

O jantar de consoada é, tradicionalmente, bastante saudável: bacalhau cozido, acompanhado de batatas e legumes. É importante não acrescentar gorduras em excesso, evitando os fritos e molhos como maionese, manteiga ou óleo. Os cozidos, grelhados, assados e estufados são opções corretas.

Condimentos

Para temperar, é preferível usar ervas aromáticas em vez do sal e escolher o azeite como gordura.

Nota final

À volta da mesa começam os bons hábitos, alimentares e não só. E esse é o melhor presente para se partilhar em qualquer altura do ano.

Ler mais sobre

Nutrição

Este artigo foi útil?

We appreciate the feedback.

Please include your email if you want us to follow up with you.

Revisão Científica

Dra. Ana Rita Lopes

Coordenador da Unidade de Nutrição Clínica

Nutrição Clínica
Hospital Lusíadas Lisboa
PT