Lusiadas.pt > Blog > Prevenção e Estilo de Vida > Nutrição e Dieta > O papel da fibra no organismo e na prevenção do cancro do cólon
2 min

O papel da fibra no organismo e na prevenção do cancro do cólon

Existem dois grupos de fibras: as solúveis e insolúveis. Ambas têm um efeito benéfico na prevenção do cancro do cólon e na promoção da saúde intestinal.

A fibra é um tipo de hidrato de carbono que não é digerido pelo trato digestivo e que, consequentemente, não é absorvido pelo intestino delgado. Apresenta várias funções com inúmeros benefícios para a saúde, nomeadamente:

  • Contribuem para o bom funcionamento do trânsito intestinal;
  • Atrasam o esvaziamento gástrico, permitindo uma maior sensação de saciedade; 
  • Fornecem substrato fermentável para as bactérias intestinais; 
  • Conduzem a uma redução da concentração plasmática de colesterol;
  • Apresentam um efeito benéfico no controlo da diabetes.

Tipos de fibra: solúvel e insolúvel 

A fibra pode ser dividida em dois grupos: fibras solúveis e insolúveis.
As fibras solúveis são as mais fermentáveis, isto é, são as que estão mais suscetíveis à ação das bactérias intestinais. Pelo contrário, as fibras insolúveis são menos fermentáveis e favorecem a eliminação das substâncias nocivas para o nosso organismo. 

A aveia, a cevada, as verduras e as maçãs são exemplos de alimentos que contêm fibras solúveis, enquanto que os vegetais de folha verde, os cereais integrais e o farelo de trigo são fontes de fibras insolúveis. 
 

Papel da fibra na prevenção do cancro do cólon 

A evidência científica sugere que a ingestão de fibra, tanto solúvel como insolúvel, tem um papel importante na prevenção do cancro do cólon

Ao fermentarem as fibras solúveis, as bactérias intestinais produzem gases e ácidos gordos de cadeia curta com capacidade de reduzir o pH do cólon e, assim, diminuir as espécies bacterianas nefastas ao organismo. 

Não obstante, o butirato, um ácido gordo de cadeia curta, produzido através da fermentação das fibras solúveis, é a principal fonte de energia dos colonócitos (células do cólon). Nesse sentido, estudos indicam que este ácido gordo desempenha um papel importante na prevenção do cancro do cólon.  

Também as fibras insolúveis têm um papel importante na prevenção do cancro do cólon. Este tipo de fibra tem a capacidade de acelerar o trânsito intestinal e promover a eliminação de substâncias nocivas ao organismo.

Desta forma, permite a redução do tempo de contacto das fezes com substâncias nocivas no intestino e, assim, reduz a probabilidade de provocarem danos aos colonócitos.

Em suma, uma alimentação rica em fibra proveniente de vegetais, frutas e cereais integrais tem vindo a demonstrar um efeito benéfico na prevenção do cancro do cólon e na promoção da saúde intestinal.

Realizado por:
- Beatriz Vieira, Nutricionista do Hospital Lusíadas Amadora
- Cristiana Brito, Nutricionista do Hospital Lusíadas Amadora
 

Ler mais sobre

Nutrição

Este artigo foi útil?

PT