Lusiadas.pt | Blog | Prevenção e Estilo de Vida | Bem estar | Antes e depois da exposição solar: como se proteger
2 min

Antes e depois da exposição solar: como se proteger

Sabia que os filtros solares demoram meia-hora a atuar e por isso é que deve espalhar o protetor ainda em casa? Susana Vilaça, coordenadora da Unidade de Dermatologia do Hospital Lusíadas Porto, aponta este e outros cuidados que deve ter antes, durante e depois da exposição solar.

O verão demorou a chegar, mas atacou em força, com as temperaturas a escaldar os termómetros e a fazer lembrar as saudades que já todos tínhamos da praia.

As férias são para aproveitar, mas nunca é demais lembrar que o sol e a exposição solar podem ser perigosos e aceleram o envelhecimento da pele.

Susana Vilaça, coordenadora da Unidade de Dermatologia do Hospital Lusíadas Porto, explica os cuidados a ter

Antes da exposição solar

  1. Mantenha a pele hidratada, ingerindo água e não descuidando o uso regular de cremes hidratantes;
     
  2. Escolha um creme com fator de proteção superior ou igual a 30 e sempre com proteção UVB e UVA, resistente à água e adequado ao tipo de pele. Sprays e leites são mais adequados para peles oleosas, os cremes são a opção certa para peles secas. No caso das crianças com menos de três anos, a escolha deve recair nos cremes minerais, que não contêm filtros químicos;
     
  3. Aplique o protetor solar em casa. É mais fácil conseguir uma cobertura mais homogénea se o fizer antes de se vestir e sem a areia a atrapalhar. Além disso, e mais importante: os filtros solares só começam a atuar cerca de meia-hora depois da sua aplicação.

Durante 

  • A exposição solar deve ser lenta e progressiva

Seja moderado nos primeiros dias de praia.

  • Protetor solar

Independentemente do índice do fator de proteção em causa, renove o creme protetor de duas em duas horas.

  • Beba água e/ou líquidos para evitar a desidratação
  • Mantenha-se à sombra nas horas de maior perigo

Entre as 11h30 e as 16h30. Em caso de dúvida, em praias dos trópicos, por exemplo, siga a chamada “regra da sombra”: a exposição é segura quando a sombra projetada na areia excede a altura da pessoa.

  • Proteja as zonas mais sensíveis da pele

Use óculos escuros (com proteção UVB /UVA 100% nas lentes, grandes e largos); chapéus de abas largas (atenção às orelhas); roupas leves mas não demasiado reduzidas (de forma a tapar a o peito, ombros, braços e coxas); e não se esqueça do batom hidratante (o sol, mas também o cloro e o sal, agridem facilmente a pele dos lábios).

  • Evite deixar o creme protetor ao calor e ao sol

As altas temperaturas ajudam à degradação dos cremes, que também não devem ser utilizados no ano seguinte.

Depois

  • Evite os banhos quentes

Mantenha a água à temperatura ambiente ou fria. Após a praia deve-se arrefecer a temperatura corporal.

  • Aplique

Creme hidratante na pele após o banho.

  • Beba água

A ingestão de líquidos evita a desidratação.

  • Consuma frutas e legumes

Uma alimentação rica em antioxidantes diminui a degradação do colagénio, importante para preservar a estrutura da pele. Além disso, em caso de queimadura ou “escaldão”, a alimentação saudável também ajuda à regeneração das células cutâneas danificadas durante a exposição solar.

Ler mais sobre

Proteção Solar

Este artigo foi útil?

We appreciate the feedback.

Please include your email if you want us to follow up with you.

Especialidades em foco neste artigo

Colaboração

Dra. Susana Vilaça

Coordenador da Unidade de Dermatologia

Dermatologia
Hospital Lusíadas Porto
PT