Lusiadas.pt | Blog | Prevenção e Estilo de Vida | Bem-estar | Saúde em Dia: o impacto da pandemia na saúde mental dos portugueses
1 min

Saúde em Dia: o impacto da pandemia na saúde mental dos portugueses

Em crianças, jovens e adultos, a pandemia gerou novos casos de depressão e de ansiedade, intensificando os que já existiam. Este é o tema do 12.º episódio da “Saúde em Dia”. 

Áurea de Ataíde, pedopsiquiatra no Hospital Lusíadas Lisboa, relata um grande aumento de pacientes nas suas consultas. Se nos tempos pré-COVID recebia entre três a quatro crianças e jovens por semana, agora recebe entre três a quatro por dia. Ana Margarida Mota, psiquiatra na Clínica Lusíadas Oriente e no Hospital Lusíadas Lisboa, descreve um padrão semelhante nas suas consultas com adultos: a prevalência das depressões e dos casos de ansiedade disparou. Os sintomas mais relatados são tristeza constante, falta de motivação, preocupação excessiva, crises de pânico e perturbações no sono, como insónia, sono superficial e fragmentado. 

A pandemia, o confinamento e os consequentes sentimentos de medo, solidão e angústia, tiveram um impacto muito forte na saúde mental dos portugueses, gerando novos casos de patologia e agravando os que já existiam. É esse o tema do 12.º episódio da websérie “Saúde em Dia”, resultante de uma parceria entre a Lusíadas Saúde e o jornal Público. Com moderação do jornalista Paulo Farinha, conta com o testemunho das duas especialistas, que abordam detalhadamente o impacto da pandemia na saúde mental das crianças, jovens e adultos. Assista ao episódio.

Colaboração:

Áurea de Ataíde, pedopsiquiatra no Hospital Lusíadas Lisboa
Ana Margarida Mota, psiquiatra no Hospital Lusíadas Lisboa e na Clínica Lusíadas Oriente

 


 

Ler mais sobre

Saúde Mental

Este artigo foi útil?

We appreciate the feedback.

Please include your email if you want us to follow up with you.

Especialidades em foco neste artigo

PT