Lusiadas.pt | Hospitais e Clínicas | Hospital Lusíadas Lisboa | Serviços | Centro Especializado em Coluna

A criação do Centro

As doenças da coluna são altamente perturbadoras da qualidade de vida e, em muitos casos, incapacitantes. São uma das causas de absentismo laboral, o que tem custos socioeconómicos elevados para o país.

As técnicas cirúrgicas da coluna têm conhecido um desenvolvimento ímpar nas duas últimas décadas, mercê de novos implantes, melhor controlo imagiológico intraoperatório e da monitorização neurológica.

Devido à complexidade destas novas técnicas, também alguns profissionais se especializaram nesta área, sendo os cirurgiões de coluna oriundos das especialidades de Ortopedia e de Neurocirurgia, trabalhando em conjunto nos casos de maior complexidade.

Principais patologias

Title
Degenerativa
Summary

As mais frequentes são as hérnias, os canais estreitos cervicais e lombares, as discartroses, as artroses facetárias e as espondilolisteses.

Title
Traumática
Summary

As fraturas por acidente são o melhor exemplo desta patologia. Nos idosos podem ocorrer com pequenos esforços, por estarem relacionadas com a osteoporose.

Title
Deformidades
Summary

As escolioses e as cifoses, nomeadamente da infância e da adolescência, constituem as principais deformidades com necessidade de tratamento, por vezes cirúrgico.

Title
Tumores
Summary

A patologia tumoral da coluna vertebral é mais frequentemente metastática, ainda que possa ser primária, benigna ou maligna, principalmente em doentes jovens.

Objetivo e missão

O Centro Especializado na Patologia da Coluna, afeto à Unidade de Ortopedia e Traumatologia, foi criado com o objetivo de abordar esta problemática com critérios de excelência, integrando vários profissionais de saúde de diferentes e variadas áreas e especialidades.

Destacamos a área cirúrgica, onde congregamos especialistas de Ortopedia e Neurocirurgia.

Áreas de Intervenção

Degenerativa

As técnicas clássicas consistem na descompressão cirúrgica com ou sem instrumentação rígida ou dinâmica, por via aberta. Em casos selecionados podem ser realizadas técnicas "mini-open".

Traumática

O padrão de fratura determina o tipo de técnica cirúrgica por via anterior, posterior ou combinada. Em alguns tipos de fraturas menos complexas, realizam-se técnicas minimamente invasivas com aplicação de instrumentação por via percutânea. As fraturas por osteoporose, cada vez mais frequentes numa população em que a esperança média de vida não para de aumentar, exige a realização de técnicas minimamente invasivas com aplicação de cimento biológico: a vertebroplastia e cifoplastia, que permitem a mobilização imediata, sem ortóteses e sem dor.

Deformidades

A cirurgia das escolioses e cifoses tem conhecido importantes desenvolvimentos técnicos nos últimos anos. A utilização da monitorização neurológica nestes doentes é uma constante.

Estes doentes, em grande medida adolescentes, ficam internados na Pediatria na companhia dos pais, com um tempo de internamento médio de 5-7 dias e de regresso às atividades escolares na 3.ª semana, sem utilização de ortóteses.

No adulto, a correção das deformidades é também uma realidade e o Hospital Lusíadas Lisboa está preparado para a fazer, dependendo da flexibilidade do paciente.

Tumores

Trabalhando em cooperação com o Hospital de Dia, os nossos doentes com lesões secundárias ou primitivas da coluna são avaliados de forma multidisciplinar para desencadear a melhor estratégia de tratamento: cirurgia para estabilização ou remoção das lesões, com quimioterapia e/ou radioterapia coadjuvantes.​

Contactos

Fale connosco

21 770 40 40

7h às 22h, 365 dias
Chamadas internacionais
+351 21 770 40 40

Lusíadas

Descarregue a app +Lusíadas para mais saúde

Presencialmente

Rua Abílio Mendes

​1500-458

Lisboa